Sobre nós

UMA DÉCADA DE HISTÓRIA

As atividades do Grupo de Pesquisa em Filosofia da Mente e Ciências Cognitivas  iniciaram no ano de 2003 e por iniciativa do professor Doutor em Filosofia, Nivaldo Machado. A primeira reunião do grupo aconteceu no Núcleo de Práticas Jurídicas (NPJ) da Unidavi. Além do coordenador, professor Nivaldo Machado, participaram também os pesquisadores Egon Sewald Júnior e Sergio Jacques Jablonski Júnior. A proposta era não apenas desenvolver estudos nas linhas de pesquisa delimitadas, mas, sobretudo, estimular a prática da iniciação científica na Universidade e entre os graduandos. Com o decorrer do tempo a equipe foi congregando novos membros, ampliando a atuação e se tornando referência dentro da Unidavi. Atualmente o grupo é integrado por 26 pesquisadores e 34 estudantes-pesquisadores cadastrados no Diretório dos Grupos de Pesquisa do Brasil junto ao Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e possui cinco linhas de pesquisa:

i)                    Aprendizagem e Cognição;
ii)                  Epistemologia das Neurociências e Neuroética;
iii)                Filosofia da Mente e Ciências Cognitivas;
iv)                Neurofilosofia e Filosofia do Cérebro;
v)                  Psicologia Evolucionária e Neurociências.

A equipe assume caráter multidisciplinar, agregando pesquisadores e estudantes de diversos cursos como Filosofia, Psicologia, Direito, Educação Física, Química e Jornalismo. Uma das razões pelas quais o grupo manteve ativas e ininterruptas suas atividades nessa primeira década de existência diz respeito à forma de gestão do mesmo. Ao longo dos anos foram estabelecidos normas e princípios que passaram a orientar as ações do grupo e que garantiram sua estabilidade e a qualidade dos trabalhos realizados. Essas diretrizes estão firmadas no Regimento Interno, que foi aprovado pelos membros em 2011. O documento contém diversas informações sobre a organização do grupo: objetivos, finalidades, requisitos para admissão de novos membros e estrutura administrativa. Todos os membros, entretanto, têm liberdade para opinar, questionar e avaliar o programa de atividades sugerido. A equipe trabalha com o propósito de aprimorar cada vez mais essas diretrizes, congregando os membros em torno de objetivos comuns.

O BLOG

Uma das mais notáveis contribuições do grupo à democratização da ciência foi a criação, em 2007, do blog Filosofia da Mente e Cognição e que, a partir de julho de 2012, tornou-se a principal ferramenta de debates e discussões teóricas promovidas pela equipe de pesquisa.
O blog, como instrumento de mídia, contribui muito para a difusão dos trabalhos dos pesquisadores e, desde o seu início, foi utilizado como alavanca de contato direto e efetivo entre membros do próprio grupo e de grupos pelo Brasil e mundo.  Até 21 de novembro de 2013 o blog Filosofia da Mente e Cognição tinha alcançado o número de 140.290 visualizações de página, 73 postagens e 2.950 comentários publicados. Uma média de 40 comentários por postagem. Dados relevantes já que o blog se destina a ser um espaço de discussões sobre temas que exigem reflexão teórica e aprofundada.
No ano de 2012 foram realizadas mudanças no layout para deixar a página ainda mais acessível e atraente não só ao público brasileiro, mas também aos leitores de países como Estados Unidos, Alemanha, Portugal e Irlanda, de onde as temáticas trabalhadas no blog recebem uma considerável parcela de visitas e contribuição através de comentários.
Vale destacar que o blog Filosofia da Mente e Cognição obtém cada vez mais notoriedade no cenário científico brasileiro e já conquistou o selo de certificação da revista Mente Cérebro e do concurso TopBlog nas edições de 2010, 2011 e 2012.
  
                                        



Sendo assim, percebe-se que a página funciona não apenas como um importante repositório de informações sobre o grupo, mas, sobretudo, como uma ferramenta fundamental de democratização do conhecimento. 

2 comentários:

  1. Disponibilizo às amigas e amigos deste blog, uma perspectiva interdisciplinar - apoiada na Linguística Saussuriana - da macrodiferença AH no DNA. A exponho no site:

    www.adiferencaanimalhomemnodna.com.br

    A complexidade do tema me fêz apresentá-lo no formato simples e fácil,... quase infantil!

    Abraços.

    ResponderExcluir
  2. A Revista Filosofando em parceria com o Grupo de Estudos em Filosofia da Mente e Linguagem da UESB está recebendo artigos, resenhas e traduções nas áreas de Filosofia da Mente e de Filosofia da Linguagem (que tenham repercussões em Filosofia da Mente) para a confecção de um número especial. O número especial pretende reunir textos tanto de abordagens contemporâneas quanto de abordagens históricas acerca do tema, com a finalidade contribuir para esse debate tão profícuo nos círculos filosóficos atuais. As informações sobre as normas para submissão estão disponíveis em: http://periodicos.uesb.br/index.php/filosofando/index
    Prazo para submissão: dia 22 de outubro de 2014.

    ResponderExcluir

Bem-vindo à discussão!